Página Inicial
siga-nos:  

Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
categorias Categorias
Anfíbios
Aves
Mamíferos
Plantas
Répteis
Agenda de Eventos
Categorias
26 de Junho a 01 de Setembro
  Oficinas de verão 2017
Todos os Eventos
Agenda Cultural

Página dos Espaços Ciência Divertida:


Zona Húmida de Importância Internacional


Prémio Novo Norte:


Aceda ao:



Geneta
01 de Março de 2017
Geneta
Geneta

A geneta (Geneta geneta) é um carnívoro de médio porte, delgado, com membros baixos, cauda muito longa, focinho pontiagudo e orelhas grandes, eretas e triangulares. Pelagem espessa onde predomina o tom cinzento, com manchas negras que formam listas longitudinais. A cauda, bastante caraterística, tem um tamanho semelhante ao corpo e apresenta 9 a 12 anéis negros.

Habitat:
Espécie trepadora, ocupa uma grande variedade de ambiente, desde florestas de caducifólias e mistas, a zonas rochosas. As zonas com matagal perto de cursos de água são também habitats preferenciais. A toca é feita em árvores ou em buracos entre as rochas.

Sinais de Presença:
Pegadas pequenas e redondas, aparecendo quatro dedos impressos. Deixa marcas das garras nos troncos das árvores. Os dejetos são bastante compridos, em comparação com o tamanho da geneta, pouco retorcidos e depositados em latrinas fixas, situadas em pontos altos. 

Comportamento:
Solitário e territorial, possui hábitos crepusculares ou noturnos, repousando durante o dia em buracos no interior de árvores, nas copas cerradas de árvores ou em zonas de matagal denso. As latrinas, que são utilizadas por várias genetas e durante vários anos, são usadas como veículo de marcação do território e de comunicação entre os indivíduos. A geneta é um animal ágil, que trepa e nada muito bem. Quando assustada emite gritos de alarme. 

Reprodução:
Animal poligâmico que, embora se reproduza ao longo de todo o ano, o cio é mais frequente entre fevereiro/março e julho/agosto. As crias, em ninhadas de 2 a 3 crias, nascem após 70 dias de gestação, do final da primavera/início do verão ou outono deixando a toca ao fim de 8 semanas. Aos 6 meses, são desmamadas, tornam-se independentes aos 12 meses de vida e atingem a maturidade sexual aos 2 anos
.

Dieta:
Carnívoro generalista, tem como base de alimentação os roedores e aves. Alimenta-se também de répteis, frutos e insetos, consoante as características do habitat e a altura do ano
.

Fatores de Ameaça:
Os principais fatores de ameaça estão relacionados com atividades humanas, sendo vítima de perseguição ilegal. Esta espécie é afetada pelas medidas de controlo de predadores implementadas pelas Zonas de Caça. Também a elevada densidade da rede viária é bastante prejudicial para esta espécie.

Na Paisagem Protegida:

Esta espécie é relativamente abundante na Paisagem Protegida, ocorrendo fundamentalmente em zonas de floresta e junto aos cursos de água.

Fonte: Adaptado de Azibo.


Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo


Avisos
Categorias
16 de Maio
  Recomendações de adoção de práticas de utilização racional de água para rega
19 de Abril
  Freguesia de Estorãos - Obrigatoriedade de poda e tratamento de citrinos infestados com a psila africana dos citrinos, Trioza erytreae (Del Guercio)
22 de Março
  Candidaturas ao Pedido Único (PU)
28 de Novembro
  Inspeção Obrigatória dos Pulverizadores para Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos
24 de Novembro
  Limpeza de cursos de água
Todos os Avisos
Notícias do Município
Município de Ponte de Lima transfere 760 000 euros para as Juntas de Freguesia do concelho
publicada em: 23.06.2017

Como forma de garantir a qualidade de vida dos munícipes, a Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou a transferência de uma verba no valor de 760.000€, às Juntas de Freguesia, entidades intimamente ligadas às populações que representam e por isso conhecem de forma mais direta as prioridades das populações.

Neste contexto, Município de Ponte de Lima procedeu à transferência da quantia de 760.000€ para diversas Juntas de Freguesia do concelho, como comparticipações financeiras no âmbito das obras de requalificação e beneficiação da rede viária municipal.

Foram contempladas as Juntas de Freguesia de Fontão, Anais, Bárrio e Cepões, Beiral do Lima, Cabração e Moreira do Lima, Calheiros, Estorãos, Gandra, Cabaços e Fojo Lobal, Labruja, Poiares, Rebordões Souto, Refoios do Lima, Ribeira, Sá, Arcos, Labrujó, Rendufe e Vilar do Monte, Vitorino das Donas e Fornelos e Queijada e Rebordões Santa Maria.

A verba aprovada visa ajudar a comparticipar diversas obras, nomeadamente na requalificação da rede viária.

Vaca das Cordas e Tapetes Floridos para a Procissão do Corpo de Deus
publicada em: 23.06.2017

A importância que as Gentes Limianas dão às suas ancestrais tradições torna-as num exemplo nacional em termos de preservação e manutenção, com muito valor acrescentado, da memória, da identidade e da tradição, factores primordiais para uma competitividade territorial sadia e diferenciadora.

Em Ponte de Lima temos a firme convicção que as nossas populações não têm quaisquer dificuldades em dizer presente aos desafios lançados e aos reptos apresentados, independentemente do grau de dificuldade que possam acarretar.

A Vaca das Cordas e a realização dos Tapetes Floridos nas ruas da Vila para a Procissão de Corpo de Deus são dois momentos que temos sabido preservar, com o afinco e dedicação de populares anónimos que dão de si para a Terra que os viu nascer ou que os acolheu para nela viverem.

Sem eles, sem essas pessoas em que o esmero pessoal, o amor a Ponte de Lima e o querer engrandecer o nome da nossa Terra, sem se pouparem a esforços, seria de todo impossível e impensável levar a bom porto essas manifestações que nos colocam em lugares cimeiros nas áreas da etnografia, da antropologia e de muitas outras áreas das ciências sociais.

Por isso, é da mais inteira justiça tornar público o reconhecimento que o Município de Ponte de Lima apresenta às cidadãs e cidadãos envolvidos na preparação e planificação, no apoio e na organização da Vaca das Cordas e dos Tapetes Floridos, agradecendo tudo quanto fizeram para que esses tão relevantes eventos alcançassem o êxito merecido e devidamente aplaudido por residentes, visitantes e turistas.

Um bem haja para todos, sem qualquer excepção.

Prevenção de Incêndios Florestais - Medidas Preventivas em vigor até 30 de setembro
publicada em: 23.06.2017

Durante este período, independentemente das condições meteorológicas, em todos os espaços rurais é expressamente proibido realizar fogueiras para a confecção de alimentos, queimar matos, silvas ou qualquer tipo de sobrantes agrícolas ou florestais, e lançar foguetes e balões com mecha acesa. Também durante este período, o acesso, a permanência e a circulação no interior de determinadas áreas florestais é condicionado e nos trabalhos e outras atividades que decorram nos espaços rurais, é obrigatório que as máquinas de combustão interna e externa a utilizar, onde se incluem todo o tipo de tractores, máquinas e veículos de transporte pesados, sejam dotadas de dispositivos de retenção de faíscas ou faúlhas e de dispositivos tapa - chamas nos tubos de escape ou chaminés, e estejam equipados com um ou dois extintores de 6 kg, de acordo com a sua massa máxima, consoante esta seja inferior ou superior a 10 000 kg.

Solicita-se a quem avistar um incêndio que ligue de imediato 117 (chamada gratuita)!

Tenha cuidado, um pequeno descuido pode causar um grande incêndio!

Notícias via e-mail:

Coloque o seu email:

Copyright © 2016. Município de Ponte de Lima. Todos os direitos reservados. : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :