Passar para o Conteúdo Principal Top

Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d'Arcos Ponte de Lima

Paisagem Protegida das Lagoas_v2

Peto-verde

Picus 1 600 600

Mais vezes ouvido do que visto, o peto-verde (Picus viridis) faz-se notar sobretudo pela sua "gargalhada" (quiuc quiuc), como que troçando dos observadores.

 
Identificação

É o maior dos nossos pica-paus. O corpo é verde, tendo uma tonalidade mais clara (quase amarelada) no uropígio. A coroa é vermelha, tendo o macho também o bigode vermelho. Em voo é característico o seu voo ondulado. Pode confundir-se com a fêmea de papa-figos.

A sua vocalização, que parece uma risada descendente, deu origem a um dos mais curiosos nomes vernáculos: "cavalo-rinchão". Também é conhecido pelos nomes de peto-verde e peto-real.

 

Abundância

O pica-pau-verde distribui-se por todo o território, sendo aparentemente um pouco mais numeroso no norte que no sul. Surge principalmente associado a zonas florestais, geralmente com algumas clareiras.

Apresenta alguma preferência por pinhal, embora também ocorra noutros tipos de bosques. Tal como os outros pica-paus, é uma espécie residente e pode ser observado durante todo o ano.

 

Na Paisagem Protegida

Esta ave é tipicamente florestal e surge com regularidade dentro dos limites da área protegida, onde nidifica.

 

Fonte: Adaptado de AVES DE PORTUGAL.